alt="Inicio"
Entrada seta Notícias seta ESTÁGIOS DE INSERÇÃO SOCIAL – EPIS LANÇA FUNDO DE 250 MIL EUROS
ESTÁGIOS DE INSERÇÃO SOCIAL – EPIS LANÇA FUNDO DE 250 MIL EUROS e-mail
EPISA associação EPIS – Empresários pela Inclusão Social vai lançar um fundo de apoio a estágios profissionais, em ambiente empresarial, destinado a facilitar a formação e inserção de jovens em risco de exclusão social no mercado de trabalho.

O investimento no Fundo de Inserção Profissional EPIS poderá cobrir cerca de 200 jovens e atingir um valor de 250.000€ até ao final de 2013, um montante que começará a ser disponibilizado progressivamente a partir de Outubro de 2012.
Através deste fundo, face à conjuntura difícil que vivemos, as empresas e os empresários associados da EPIS pretendem dar o seu apoio a cerca de 200 jovens que, tendo um histórico de insucesso ou abandono escolar muito marcado, e estando em programas da EPIS com boa dedicação e resultados, queiram optar por uma via profissional no momento em que completam o 9.º ano de escolaridade e atingem os 18 anos.

O Fundo de Inserção Profissional EPIS será um instrumento complementar aos programas EPIS e a ser usado de modo muito seletivo em jovens enquadrados em instituições de ensino/formação locais. Neste sentido, a EPIS pretende focalizar este fundo nos concelhos onde mantém ou apoia programas de capacitação para o sucesso escolar ou de combate ao abandono escolar, com jovens do 2.º e 3.º ciclo, pois é nessas comunidades que consegue identificar os jovens de modo adequado e trabalhar em parceria com as escolas na abordagem às empresas locais. Atualmente, os concelhos parceiros da EPIS são Matosinhos, Paredes, Pampilhosa da Serra, Amadora, Sesimbra, e Setúbal. A partir de Setembro, a EPIS prevê alargar os seus programas aos concelhos do Porto, Sintra, Évora e São Brás de Alportel, entre outros em discussão.

Como regra geral, os estágios serão de 6 meses, com um valor mensal de remuneração de 419,22€, equivalente ao Indexante de Acção Social (IAS), com uma comparticipação média de 50% da EPIS e de 50% da entidade empregadora-formadora, que deverá assegurar também o subsídio de almoço e as contribuições para a segurança social.

As candidaturas para estes estágios deverão ser efetuadas pelas entidades empregadoras, públicas ou privadas, em ligação com as instituições de ensino ou formação a que os jovens estejam ligados, de acordo com um regulamento que a EPIS publicará em data próxima do início de Outubro. A perspetiva de um contrato de trabalho sem termo após o período de estágio será um dos fatores principais de ponderação das candidaturas.

www.epis.pt, www.facebook.pt/escolasdefuturo

Para mais informações por favor contactar:
GCI
Tânia Nascimento
Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail
21 359 15 34 | 93 285 75 24
Francisco Crujo
Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail
21 359 15 21 | 93 601 83 35
 
Advertisement
Advertisement
 
Advertisement
 
Advertisement
Advertisement
 
 
Advertisement
 
 
 
 
 
 

FJ
CA
LJ
GAAPP
AJM
CMJ

Meteorologia

O Tempo na Maia

O Pelouro no ...

logo twitter  
 

Localização

Mapa

 
Advertisement